Caravana_SP

Quem faz história no universo do circo pelo Estado de SP? O que pensam os artistas? Como se manifestam pela arte? Que tipo de riso provocam os palhaços? E como sobrevivem? Essas e outras histórias chegam aqui formando um novo registro da atual produção do circo pelo território paulista! A série especial de reportagens chamada Caravana_SP – uma oportunidade oferecida pelo prêmio do ProAC para a produção de conteúdo cultural (2016) – trata de artistas que produzem circo pelo Estado. Uma expedição que demanda o trabalho similar ao das formiguinhas (tá aí sua simbólica representação na logomarca desta aventura), que investiga as diferentes linguagens circenses e a relação que mantêm entre si mesmas, trazendo também uma pequena amostra da palhaçaria paulista – o que os caracteriza, como se diferenciam daquilo que é feito no restante do País e do mundo e quais são as afinidades e disparidades (do ponto de vista do artista circense) daquilo que se acredita ser a cultura circense em São Paulo.

Ao divulgar o histórico da instituição ou artista visitado, a modalidade na qual se especializa (se não for algo multiartístico), seus espetáculos correntes e sua rotina, O Quintal de Fulana e Melão aproxima não somente o público que já tem afinidade pela cultura circense, mas apresenta às pessoas que esporadicamente têm contato com ela uma maneira de se aprofundar de modo lúdico e divertido nesse universo.

Ao final da Caravana_SP (com duração de 6 meses, cujo término está previsto para agosto deste ano), terão sido produzidas e publicadas reportagens em vídeo, fotos e textos (do acompanhamento de um circo itinerante, um grupo de palhaços que trabalha em hospital, cinco grupos de artistas circenses e de modalidades variadas e de uma instituição que promove o circo social) e um vídeo-documentário com um mix de todos os acompanhamentos.

Já visitamos o Grupo Rosa dos Ventos, de Presidente Prudente; o Palhaço Jeca, de Pirassununga; a Trupe Koskowisck, de Sorocaba; os palhaços de hospital de Limeira, os Cirurgiões da Alegria; e o De Lucca Circus junto com Os Profiçççionais, em Ribeirão Preto; assim como Os Panthanas e a Trupe Olho da Rua, lá em Santos! Também fomos à incrível ICA, em Mogi Mirim, para conhecer como o circo social está presente nas ações da instituição, que é referência no segmento. E fechamos nossas viagens em um final de semana inteiro com a turma do Circo Fiesta, cuja lona estava montada em Rio das Pedras! Estamos neste momento trabalhando em todo o material coletado e que está sendo lançado aos poucos aqui pelo site.

Disponibilizamos gratuitamente todo o material gerado pela Caravana_SP em formatos de texto, audiovisuais e fotográficos aqui pelo site dO Quintal de Fulana e Melão, ampliando, assim, o acesso ao conteúdo por públicos diferentes e ao alcance de pessoas de todo o País. Os vídeos são legendados (mesmo aqueles cuja língua em exposição seja a portuguesa) para que pessoas com deficiência auditiva possam acompanhar. A abordagem dos textos e vídeos tem uma linguagem simples e objetiva.

A dupla de palhaços Fulana de Tal e Melão Cólico também faz apresentações gratuitas de espetáculos, esquetes e/ou intervenções nas cidades visitadas para a realização das reportagens. Em cada município, ocorre uma apresentação do espetáculo Plástico pra Toda Obra, que faz parte do portfólio da companhia, em espaços selecionados por pesquisa prévia que apontou algum tipo de vulnerabilidade socioeconômica.

Acompanhe todas as reportagens e os registros de nossas apresentações pela aba Caravana_SP que está em nosso site.

Patrocinadores
A Caravana_SP é apoiada pelo ProAC e pela Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo. O Quintal de Fulana e Melão foi contemplado com o prêmio do EDITAL PROAC Nº 41/2016 – PUBLICAÇÃO DE CONTEÚDO CULTURAL.

PICADEIRO UNIVERSAL